Legislação - Finanças

Normas gerais de Finanças Públicas

Emendas à Constituição Estadual

  • Emenda nº 53 - Dispõe sobre a Desvinculação das Receitas Estaduais (DRE) no valor de 30%
  • Emenda nº 54/2017 - Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para limitar os gastos correntes dos Poderes do Estado e dos órgãos governamentais autônomos, até 31 de dezembro de 2026
  • Emenda nº 55/2017 - Altera o inciso IX do art. 92 da Constituição Estadual, os arts. 41 e 45 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, e dá outras providências.
  • Emenda nº 65/2019 – Modifica o sistema de previdência social, estabelece regras de transição e disposições transitórias, e dá outras providências 
  • Emenda nº 69/2019 - Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias – ADCT da Constituição do Estado de Goiás modificando a limitação de gastos dos Poderes do Estado e dos órgãos governamentais autônomos.

Leis Estaduais:

Decretos Estaduais:

1. Decretos de execução orçamentária e financeira:
  • Decreto nº 8.306/2015 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária e financeira para o exercício de 2015.
  • Decreto nº 8.536/2016 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária, financeira e contábil para o exercício de 2016
  • Decreto nº 8.865/2017 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária e financeira para o exercício de 2017.
  • Decreto nº 9.143/2018 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária, financeira e contábil para o exercício de 2018.
  • Decreto n° 9.418/2019 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária, financeira e contábil para o exercício de 2019.
  • Decreto nº 9.657/2020 - estabelece normas complementares de programação e execução orçamentária e financeira e procedimentos contábeis para o exercício de 2020, além de fixar os limites anuais de empenho e pagamento para os órgãos da Administração Direta e Indireta.
  • Decreto nº 9.836/2021 - estabelece, para o exercício de 2021, os limites anuais de empenho e pagamento pelos órgãos da administração direta, indireta e empresas estatais dependentes para o exercício de 2021.
    • Portaria nº 285/2021 – ECONOMIA - remaneja entre os Órgãos os limites estabelecidos nos Anexos I – Limites de Empenho, II – Limites de pagamento e III – Limites de Pagamento de Restos a Pagar do Decreto no. 9.836 e alterado pelo Decreto nº 10.017, de 29 de dezembro de 2021.
  • Decreto nº 10.049/2022 - Estabelece, para o exercício de 2022, os limites anuais de empenho e pagamento pelos órgãos da administração direta, indireta e empresas estatais dependentes.
  • Decreto nº 9.943/2021 - estabelece normas de programação e execução orçamentária e financeira, também procedimentos contábeis para o Estado de Goiás.
2. Outros decretos:

Conta Única:

Dívida Pública Estadual:

  • Lei complementar nº 148/2014 – Altera a Lei Complementar no 101; e dispõe sobre critérios de indexação dos contratos de refinanciamento da dívida celebrados entre a União, Estados, o Distrito Federal e Municípios. Institui o Sistema da Conta Única do Tesouro Estadual e dá outras providências.
  • Lei nº 8.727/1993 – Estabelece diretrizes para a consolidação e o reescalonamento, pela União, de dívidas internas das administrações direta e indireta dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, e dá outras providências.
  • Lei nº 9.496/1997 – Estabelece critérios para a consolidação, a assunção e o refinanciamento, pela União, da dívida pública mobiliária e outras que especifica, de responsabilidade dos Estados e do Distrito Federal.  
  •  Lei nº 21.023/21 – Altera a Lei nº 20.511, de 11 de julho de 2019, que dispõe sobre o Plano de Recuperação Fiscal do Estado de Goiás.
  • Resolução do Senado Federal nº 40/2001 – Dispõe sobre os limites globais para o montante da Dívida Pública Consolidada e da Dívida Pública Mobiliária dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, em atendimento ao disposto no artigo 52, VI e IX, da Constituição Federal.  
  • Resolução do Senado Federal nº 43, de 2001 – Dispõe sobre as operações de crédito interno e externo e os Estados, do Distrito Federal E dos Municípios, inclusive concessão de garantias, seus limites e condições de autorização.
  • Resolução do Senado Federal nº 48/2007 – Dispõe sobre os limites globais para as operações de crédito externo e interno da União, de suas autarquias e demais entidades controladas pelo Poder Público Federal.
  • Resolução do Senado Federal nº 15/2021 – Disciplina o tratamento a ser dispensado às operações realizadas de acordo com as Leis Complementares nº 156/2016, nº 159/2017, e nº 178/2021, no que tange às contratações dessas operações e às concessões de garantia pela União previstas nas Resoluções do Senado Federal nºs 40 e 43, de 2001, e nº 48, de 2007, bem como autoriza a realização de aditamentos contratuais a operações de crédito externo da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, e de suas respectivas administrações indiretas, cuja finalidade seja a substituição da taxa de juros aplicável a essas operações, no caso de a taxa vigente ser baseada na London InterBank Offered Rate (Libor) ou na European Interbank Offered Rate (Euribor).
  • Portaria n° 501/2017 – Análise de Capacidade de Pagamento.
  • Portaria n° 512/2017 – Regulamenta as operações de crédito a serem contratadas durante a vigência do Regime de Recuperação Fiscal - RRF de que trata a Lei Complementar nº 159/2017.
  • Portaria n° 526/2017 – Regulamenta dispositivos da Lei Complementar nº 159/2017, e do Decreto nº 9.109/2017, referentes à avaliação de empresas a serem privatizadas no âmbito do Regime de Recuperação Fiscal.
  • Emenda Constitucional nº 95/2017 – Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal.
  • Emenda Constitucional nº 99/2017 - Altera o art. 101 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir novo regime especial de pagamento de precatórios, e os arts. 102, 103 e 105 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Portarias Federais:

Instruções Normativas:

  • Instrução Normativa STN nº 1, de 17.10.2005 - Disciplina o cumprimento das exigências para transferências voluntárias, previstas na Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, institui cadastro único e dá outras providências. 
  • Instrução Normativa STN nº 1, de 15.1.97 - Disciplina a celebração de convênios de natureza financeira que tenham por objeto a execução de projetos ou realização de eventos e dá outras providências.
  • Instrução Normativa nº 001/2020 - Dispõe sobre a desvinculação, de 30% (trinta por cento), das receitas vinculadas a órgãos e entidades, fundos ou despesa, conforme preceitua o art. 39 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Estadual de Goiás.
  • Instrução Normativa nº 003/2020 - Dispõe sobre a inclusão e alteração de Fonte/Destinação de Recursos e Ementário de Natureza da Receita para execução, a partir do exercício de 2021, nos Sistemas de Gestão Orçamentária, Financeira e Contábil do Estado de Goiás.

Regime de Recuperação Fiscal:

Acesse AQUI a Legislação do RRF

Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal - PAF

  • Lei Complementar nº 156/2016 - Estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal; e altera a Lei Complementar no 148, de 25 de novembro de 2014, a Lei no 9.496, de 11 de setembro de 1997, a Medida Provisória no 2.192-70, de 24 de agosto de 2001, a Lei no 8.727, de 5 de novembro de 1993, e a Lei Complementar no 101, de 4 de maio de 2000.

Outras Normas:

Manual Técnico de Orçamento:

Outras Legislações:

Legislações diversas

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.